quinta-feira, 16 de julho de 2015

Razão do nome

Criei o Blog EkisLIBRIS em maio de 2008. O nome pode parecer estranho, mas não só parece -  é estranho mesmo. O nome, escrito como deveria ser, viria do latim, ex-libris, “vinheta desenhada ou gravada que os bibliófilos colam na contracapa de um livro, da qual consta o nome deles ou a sua divisa, servindo para indicar posse”; assim ensina Antônio Houaiss. Bibliófilo é aquele que ama e coleciona livros - o meu caso -, não raras vezes, perseguido pelos estultos, desprezado pelos poderosos e difamado pelos parvos.
ex-libris
Dom Quixote era um bibliófilo: puro e ingênuo. Diz Cervantes que o engenhoso fidalgo viveu num lugar da Mancha de cujo nome não queria lembrar-se. "Nos intervalos que tinha de ócio, se dava a ler e colecionar livros com tanta afeição e gosto que se esqueceu da administração de seus bens", ou de aparecer em fotografias bajulando os poderosos. Com estas razões, perdeu o pobre fidalgo o juízo. Deu-se mal e teve muitas testilhas com o pároco local. Embrenhou-se em aventuras descabidas, cutucou a onça com vara curta e acabou tendo sua biblioteca queimada pela criada de confiança e o barbeiro da cidade, ambos analfabetos de pai, mãe e parteira.
Não quero nem posso me comparar ao Quixote. Por isso mesmo modifiquei ex-libris para eKISlibris – eki é um dos nomes do Sol na língua e na mitologia basca. Eki ou Eguzki é filha da Mãe Terra, assim como eu e vocês também somos ekis, filhos e filhas deste que é o melhor dos planetas de todo o Universo. Assim, associei a Terra e o Sol com a terminação libris que pode ser entendida como livro em latim: livre (liber) ou mesmo libação, ato que consiste na bebida por prazer ou para se fazerem brindes às divindades, em especial Baco cujo nome itálico era Liber. 
Quod erat demonstrandum, de pagão e de santo todos nós temos um pouco. Além disso, acredito que a sociedade só pode ser LIVRE  quando, entre outras coisas, tiver acesso aos LIVRos  e à educação - que me desculpem a criada de Dom Quixote, o pároco da Mancha, o barbeiro e todos os que me olham atravessado.
Vamos aos fatos: em 2011 concorri com o Ekislibris ao prêmio TopBlog e fui classificado entre os melhores na categoria Arte e Cultura, graças ao empenho e voto dos meus leitores e à generosidade daqueles que acreditam no trabalho que faço. Muitos pensam que meu Blog é sobre Maçonaria. Não é, pois está classificado e direcionado para a literatura em geral, crônicas, cinema, filosofia, música, política (no bom sentido) e religiões (no melhor dos sentido).
Acima de tudo, ridendo castigat mores, citação do lema clássico da comédia, feita por Jean-Baptiste Santeul, que significa: rindo punem-se os costumes. 

Nenhum comentário: